Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PROSAS VADIAS

PROSAS VADIAS

18.Fev.08

O nosso umbigo

 

 

 

Enquanto andamos entretidos a olhar para o nosso umbigo e só para o nosso umbigo. O nosso umbigo é que é importante. Limpinho o nosso umbigo. E nós de volta do nosso umbiguinho . E das revistinhasque nos pintam o mundo de acordo com a nossa vidinha. E essas coisinhas todas muito bem compostinhas . Nós é que somos o centro do mundo..do nosso mundinho pequenino do tamanho do nossso umbigo. Enquanto nos vamos lichando uns aos outros, basta virar as costas... e em redor do nosso mundinho  eis o que nos pode cair em cima... Obrigado pelo aviso!! Para além de galochas vou alugar um bunker. Há gente que só pensa no seu umbigo...quando olham para o lado vêem o seu umbigo. Estou farto do meu!

18.Fev.08

Adeus tristeza

 

Maior desafio é o acto de partir. Depois já nada, nem ninguém, nos consegue demover de continuarmos a aventura da vida.

Do filme "Diário de Che Guevara " de Walter Sales e não foi coincidência, a foto foi mesmo, mesmo obtida no Blogfather , porque este filme diz-me muito e porque a escolha representa um dos mais lindos movimentos de liberdade. E o cinema é a mais bela fábrica de ilusões e o  Blogfather é isso que nos mostra. Embora a liberdade seja algo impossível de se concretizar na verdadeira plenitude da palavra, a emoção  humana colocada ao serviço das imagens em movimento oferece-nos filmes e imagens como esta.

18.Fev.08

Chuva

Calcei as galochas. O país mete água! Um Primeiro-Ministro autista, do outro uma Oposição flautista. Chove de manhã à noite. No meio estamos todos nós.