Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PROSAS VADIAS

PROSAS VADIAS

10.Nov.07

Para a História da Co-Incineração em Portugal

Em recente Boletim, datado de Agosto de 2007, publicitava-se o que se segue:














0 que perfaz aproximadamente...ora duzentos e seis mil euros..a dividir por setenta e quatro...bem... é fazerem as contas!
Que dizer da extraordinária atitude de empresas como a "Secil-Outão"? Para além dos empregos na região, ainda financiam dezenas de associações que actuam em áreas como a cultura, onde distinguimos a Associação de Escuteiros, na área da Inclusão Social detectamos a presença das Conferências de S. Vicente de Paulo e no Desporto esse Grupo Desportivo Cultural e Recreativo "Os Ídolos do Chiquilho" da Anunciada, o Grupo Desportivo "Os Amarelos" e ainda esse glorioso Desportivo e Cultural "Os Verdes". Tudo muito bem. Segue-se o rol, (que convém ampliar, para melhor entender a sua extensão e alcance):


Queremos assim de forma singela prestar homenagem a esta empresa de cimentos situada nos arredores da linda cidade de Setúbal. Realçando a extraordinária postura social que resolveu seguir em favor dos mais desfavorecidos e esquecidos pelo poder local e afins. Bem hajam. Assim sendo, porque esperamos aqui, em Coimbra? Será que a "Cimpor-Souselas" não gostaria de auxiliar as inúmeras associações que em Coimbra se movimentam nas mesmas áreas das associações contempladas em Setúbal? Será que o seu gabinete de relações públicas ainda não entendeu que seguir a política da "Secil-Outão" é medida óptima. Ou, será que, por mera questão de management, a "Cimpor" optou pela discrição em contraste com a propaganda da política de "responsabilidade social" seguida pela "Secil" em Setúbal e arredores? Não haverá por cá nenhuma associação de chinquilho? De certeza que há. Não se envergonhem. A "Cimpor" de certeza que também tem uma politica de "responsabilidade social".