Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PROSAS VADIAS

PROSAS VADIAS

03.Nov.07

Momices à Modernice


Fernando Martinez Pozal, 1899-1971. Foto de 1948.
Ele há modernices neste país que começam a irritar. Provávelmente provenientes de Bruxelas!! Com reprodução cega por cá. A última diz respeito à imposição do uso de carrinhos em aço inoxidável aos vendedores ambulantes de castanhas. Vulgo assadores de castanhas. A ânsia modernizadora que varre o país de lés-a-lés está a descaracterizar, a desidratar, costumes e usos que outros povos europeus resolvem preservar. Um dia veremos surgir inesperadamente campanhas oficiais convidando novamente à preservação de usos de outrora. É que o nosso atraso conceptual dá nisto. Somos país de modelos importados fora de tempo. Mesmo atrasados só em algumas áreas teremos realmente aprendido com os erros de quem começou primeiro.
Agora até aos assadores de castanhas resolveram impor regras despropositadas! Alguém morreu ou deixou de comer castanhas assadas só porque vinham embrulhadas em folhas da lista telefónica ou em papel de jornal? Querem melhor exemplo de reciclagem? Porque não continuar a usar o rústico? Porque rústico terá que ver com ruralismo ou proveniente de camponeses? Vá lá deixem-nos ser rústicos modernos.
Ainda agora começou o Outono de calendário e já nos querem impor castanhas inoxidáveis! Deixem-nos continuar a saborear estes nossos pequenos sabores de um tempo em desagregação.