Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PROSAS VADIAS

PROSAS VADIAS

04.Out.07

5 de Outubro

A maior parte de nós vive no regime republicano, embora a grande maioria não saiba já muito bem porquê.
Para além da cronologia a revolução republicana esteve na origem de um novo sistema político em Portugal, que assenta, hoje, num complexo sistema de órgãos de soberania.
República que cedo resvala para situações, onde a defesa da honra (individual) era acto de soberana importância, mais que a reflexão sobre os problemas que enfrentava. À noventa e sete anos atrás, José Relvas, Machado dos Santos, Cândido dos Reis, José Cardoso, Hélder Ribeiro, Miguel Bombarda e não os principais lideres partidários, foram os detonadores de uma ideia antiga. O regime republicano, esse sucumbiria logo em 1912, desfeita que foi a unidade republicana. Hoje, poderemos continuar a dar vivas à República. Embora apenas à República, ao busto de uma linda mulher alentejana, de seu nome Maria Puga, costureira de profissão, que faleceria com a proveta idade de 101 anos na década de Noventa, cuja autoria é atribuída ao escultor João da Silva e inaugurada em 1911, por Afonso Costa.



Viva a República