26
Ago 14

 

 

 

 

O Partido Socialista, herdeiro de muitas das características intrínsecas do republicanismo, morreu.  O desgaste das péssimas governações, reflexo das bases de apoio, que erigiram o Partido Socialista português a partido-charneira da III República, com maiorias absolutas nas urnas, chafurdam, as elites eleitas chafurdam, o militante de base não sabe, mas chafurda ainda mais. A continuar assim até Raúl Rego, a esta hora, às voltas na tumba, quererá votar. 

publicado por carlosfreitas às 00:16

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO