22
Out 13
Santa Bárbara se alevantou...
Se vestiu e se calçou...
Suas santas mãos lavou, e o caminho do Céu andou....
Lá no meio do caminho...
A Jesus Cristo encontrou: 'Para onde vais, Bárbara vais?'... '
Eu não vou nem quero ir, mas ao céu hei-de subir...
Vou arramar aquela trovoada... que lá anda, lá anda armada'

'Arrama-a bem arrramada... Lá para o alto do Marão... No alto cerro maninho... onde não há vinho nem pão... Nem bafo de menino... nem balir de cordeirinho... Só há uma serpente, uma serpente... com vinte e cinco filhos... que lhes dá água de trovão... e leite de maldição!... Amén
publicado por carlosfreitas às 02:11
tags:

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO