03
Ago 13

Entrada do mês de Agosto. Faça-se aqui um pequeno intervalo nas crónicas de veraneio. A Figueira da Foz, ressurge em Agosto, envolta no velho manto da Praia da Claridade, qual Rainha das praias de Portugal, uma usurpada coroa pelas madames de hoje que, mais novas e querendo aparentar ares mais airosos, ostentam dotes mais modernos ou modernaços como diria o arquitecto Carrilho da Graça, ou outro que seja. Mas não se deixem enganar. Olhem, reparem e digam que a Natureza, embora e até hoje cuidada seguindo a velha receita dos "tratos de polé", continua a ser e a fazer da baia da Foz do Mondego, um paraíso a que um olhar, mesmo distraido, nela não pode deixar de reparar. Preservar o horizonte devia ser a política figueirense nos anos mais próximos e nos que se lhe seguem.

 

publicado por carlosfreitas às 01:03

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO