06
Mai 13

usando das minhas prerrogativas de Presidente, decreto o seguinte: ao funcionário seja entregue a totalidade da quantia por si já descontada para a reforma, acrescentada da valoração de perdas e danos respectivos, majorada em 5 salários minímos /anos de trabalho, para que os funcionários prescindam da reforma estatal e de voltar a trabalhar para o patrão-estado.

 

                                                       A bem da Nação.

 

                                                        Cumpra-se (*)

 

 

 

(*) no prazo estipulado pela lei

publicado por carlosfreitas às 23:38

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO