23
Jan 10

Pela manhã o locutor de rádio, a propósito de não sei de quê, afirmava "que a expectativas são sempre demasiado elevadas". Sem saber muito bem porquê, sorri, ao ouvir a frase.

Na realidade, as recentes imagens de devastação no pequeno país que, agora, pela pior das vias, passou a ser soletrado quase diariamente, reconhecemos essa dimensão de que sempre tivemos conhecimento: o valor da vida humana, face a catástrofes de dimensão supra-humana, é sempre demasiado relativo. Reparando melhor ao nosso redor compreendemos que, para além da dimensão da tragédia agora difundida pelos meios de comunicação, existem outras com a mesma proporção e dimensão demasiado próximas de nós. Estas tem um senão. Encontram-se rodeadas pelo silêncio e incapacidade. Fazem parte desse número infinito que cresce todos os dias rodeado pelo silêncio. Dependem, quase invariavelmente, da fortuna ou do azar que nos acompanha desde o nascimento, esse jogo que começamos a jogar muito cedo: o jogo da sobrevivência. Face a uma enorme capacidade de abnegação pelo outro, que sobrevive em mulheres e homens, é preciso que reeduquemos o olhar e o recentremos em situações mais próximas. Não sou, por natureza, militante de causas, sou, por natureza, dadas as minhas fracas capacidades, pessoa que se interessa pelas causas silenciadas. Não me quero  membro por mais meritória que a seja a causa. Desejo apenas fazer eco da surda revolta do anonimato face ao desamparo. Em nome desses, dos que estão mais próximos e cuja tragédia necessita igualmente de ser colmatada deixo este APELO.

 

 

 

Para que o exercício da escrita na blogoesfera não sirva simplesmente como extensão de individualidade e possa, eventualmente, chegar a outros, permitindo colmatar situações tão próximas e cercadas pelo silêncio. Para que este se torne ensurdecedor. Acreditar é ainda a fórmula que nos mantém vivos quando esquecidos. Aqui e em qualquer lugar.

publicado por carlosfreitas às 12:53
tags:

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO