05
Jul 09

Existem as chamadas pequenas "nuances" que só alguns entendem. Esta por exemplo é uma delas. Consegue alguém imaginar o que era naqueles tempos ir parar ao cesto da gávea. É no significado daquela posição que está a verdadeira piada do assunto. Mandar alguém para o cesto da gávea tem muito que se lhe diga...

Nós por cá andámos às voltas pelas  rotundas de Coimbra e escolhemos esta pelo especial significado e pela dificuldade da posição descrita. Ora reparem melhor:

 

 

 

Como é que se pode fazer alguma coisa com os braços permanente nesta posição incómoda? Experimente-se. Sendo assim já vai sendo tempo de dizer aos senhores para baixarem os braços e começarem a fazer alguma coisa de jeito. Ou vai tudo para férias com os braços no ar?

publicado por carlosfreitas às 16:28

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO