17
Jun 09

"...sem paradoxo se pode dizer que há duas condições primárias e elementares do exercício de uma democracia liberal. A primeira é a existência de uma oligarquia de dirigentes, isto é, um grupo relativamente pequeno de políticos, seleccionados pelo voto dos seus concidadãos, à clara luz do jornalismo, dos comícios, da tribuna parlamentar, dos relatórios e colaboração em trabalhos de comissões, da administração pública, etc. E a segunda é que tal oligarquia de dirigentes, a despeito da diversidade irredutível das tendências politicas de cada oligarca, conserve como traço comum o respeito à Lei Fundamental, aos direitos dos cidadãos, à tranquilidade de todos e lute porque o fácil pendor para o Estado de força seja dominado pela ideia difícil de Estado de Direito."

 

Joaquim de Carvalho. Diário Liberal 18 de Outubro de 1933.

"Joaquim de Carvalho (1892-1958) - Um liberal heterodoxo"

Miguel Real, Revista "Litorais. Estudos Figueirenses", nº 9 Nov. 2008.

 


eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO