11
Jun 09

a única cena interessante foi ver sua Excelência curvar-se perante um português comum. Espero que lhe tenha feito bem à consciência ética. Enquanto Salgueiro Maia fica na galeria dos heróis, a sua Excelência resta a galeria dos intermináveis governantes que daqui a cem anos niguém se recorda e apenas surgem na cronologia dos primeiros-ministros e Presidentes da 3ª República. O que convenhamos já não é nada mau. Durante a tarde embrenhei-me no Second-Life.

publicado por carlosfreitas às 02:13

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO