26
Mai 09

 

 

 

Pedida a devida licença ao blogue DIAS QUE VOAM, prontamente concedida pela simpatia da autora, não pude resistir a este estranho impulso que me causam estes antigos postais sobre a minha cidade. Pese embora migrante lisboeta, hoje não sou de mais lado nenhum, nem quero ser. Este mostra a cidade tal com a encontrei quando aqui cheguei. Repare-se nas ilhas mondeguinas que proporcionavam belas tardes de verão nas denominadas então "praias dos tesos". Repare-se que a entrada do Estádio Universitário tinha então muito mais charme. Repare-se que agora o querem encerrar numa apertada malha de trânsito caótico.Repare-se que o galinheiro do "Silva Gaio" ainda nem sequer assoma ali ao fundo do lado esquerdo, junto dos actuais courts de ténis e que então serviam de recreio. Repare-se e atente-se. Ena, ganhei o dia.

publicado por carlosfreitas às 14:43

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO