27
Fev 09

 

Em época de carnaval os parvinhos, que escrevem em blogues, não os intelectuais, alfacinhas, que gostariam de ser os únicos a poder escrever em blogues, resolveram "malhar" (como eu gosto desta expressão) numa atitude carnavalesca acontecida em Braga. Andam por ai alguns chiques espertos que se escandalizaram pelos parvinhos terem brincado ao carnaval à sua maneira, como bem lhes apeteceu, com a referida situação. Célebre jornalista (quiçá naturalista), vem juntar-se à festa malhando contra a falta de interesse dos parvinhos da blogoesfera sobre  Elson Sanches. Claro que estamos à espera dos relatórios, da posição final da Polícia, para se aquilatar sobre o caso. E se quiser até podemos transformar isto numa Grécia se essa for a nossa vontade. Mas não. Estamos à espera. Compreende, neste país, estamos sentados à espera que a justiça funcione neste caso e noutros, minha senhora. Depois falaremos. A similitude entre as duas situações é forçada por si. O seu artigo é o quê? Um libelo contra a polícia ou contra os parvinhos da blogoesfera? Contra a justiça? É que a situação de Elson Sanches, não tem nada que ver com o Carnaval de Braga. Está pois enganada. Somos parvinhos, mas não tolinhos. É bem mais grave. Muito grave mesmo. Mas entretanto concedamos à instituição polícial portuguesa a oportunidade de dizer a verdade e só a verdade. E aos senhores jornalistas a oportunidade de desvendar essa verdade. É essa a razão da vossa existência. Se ela não existir, (a verdade e a razão da vossa existência) então estamos muito bem entregues. Ou tramados. O caso de Braga era uma brincadeira de carnaval , onde apareceu a PSP, ou não entendeu? 

Foto

publicado por carlosfreitas às 19:03
tags:

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO