19
Fev 09

tenho acompanhado com interesse renovado as teorias dos nossos comentadores económicos. A mais recente descoberta deixou-me atónito. O desmoronar do sistema capitalista erigido no decurso da época Regan/Tatcher, é agora explicado pela falta de altruísmo e ganância destas figuras, emergentes na época. Ora todos estes doutos sabem ou já perceberam que o sistema entrou em decadência pela conivência e falta de controle por parte do Estado, submetido e manipulado, a bel-prazer, pelo sistema financeiro, que o domina. Assim sendo, e como nestes assuntos não alinho na folia da época que atravessamos, aconselho vivamente que estes senhores sejam colocados nas prateleiras do desemprego por falta de vocação. Embora lhes tenham ensinado a odiar Marx, a análise deste, e não dos seus acólitos, ao sistema capitalista possui algum fundo de razoabilidade. Todos eles sabem de tal, mas não querem que se saiba. Odeiam ter que assumir essa razoabilidade.

 

este post foi profundamenete influenciado em O LOBO DE WALL STREET 

a fascinante foto foi deslocada daqui

 

 

publicado por carlosfreitas às 13:37
tags:

Também acompanhando com alguma atenção a participação de economistas, jornalistas e políticos nas mesas redondas e quadradas da nossa TV e rádio.

.Habituei-me, mesmo muito antes da actual crise, fazer um pequeno exercício mental, antes de prestar atenção a qualquer debate ou comentário vindo destes "experts":
Imaginar qual é o rendimento mensal daquele que vou ouvir falar das crises, dos indicadores económicos, da produtividade dos trabalhadores portugueses, etc , etc .
-E então todo ouvidos...

Vindos a quase totalidade de mesma "fornada", os seus comentários até 2008 tinham a constante de considerar que era necessário "menos estado -melhor estado!"

A mudança de "paradigma"....hoje estes mesmos autores de tão "certos" comentários e análises, começam por criticar os policias para justificar os ladrões...e os caso paradigmáticos do BCP , BPN e BPP e outros que irão aparecer, em vez de os obrigar a ficar calados para sempre.
Dizem agora:
"Para situações diferentes , soluções diferentes..."

E agora eles e os seu chorudos salários e reformas falam da necessidade de desempregar...para recuperar as empresas, e assim conseguir mais empregos...

Curiosamente, além de baterem no "regulador", e não falarem muito dos offshores , nem se escandalizarem pela nacionalização de um banco dos privados....aceitam e exigem a intervenção do estado no apoio às empresas privadas aos bancos e aos desempregados vitimas das medidas dos privados que tanto elogiavam..

Já não há vergonha
Um abraço


Pedro Macieira a 20 de Fevereiro de 2009 às 12:37

Eu não diria melhor. Pedro, o comentário que enviou e o meu "post " vão os dois na direcção de recusar as leituras e o enviesamento da realidade feito. Já não somos assim tão "broncos", daí o apelo a que evitem serem facciosos e demasiado contraditórios face à realidade. Bastava isso. Estamos num patamar em que recusamos este tipo de manipulação. Só que aparentemente eles ainda não perceberam.
carlosfreitas a 20 de Fevereiro de 2009 às 14:27

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO