16
Fev 09

 

Deparo-me com as votações massivas em líderes, sejam estes nacionais (ver qualquer nos congressos das agremiações a que pertencem) ou outros (ver Hugo Chavez) e chego ao meu próprio consenso e recupero um velho chavão. O POVO É QUEM MAIS ORDENA. E mais nada. Em tempos pareceu-me que era assim. A democracia resvala para o amorfismo, daqui a muito pouco cultiva o recurso ao ditadorzinho. Lá mais para o fim revive o som da bota (cardada). Parece que é assim que o povo ordena. Não deseja, mas ordena. O povo, esse, sabe-a toda.

publicado por carlosfreitas às 11:35
tags:

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO