30
Nov 08

 

Anda, parece-me, meio mundo tonto, outro meio, igualmente tonto a enxergar aqueles outros a deglutirem (se assim se pode dizer) o manto branco que por esta época nos cai no calendário e recobre essa interioridade. Que lhes diria sobre os seus devaneios? Se coisa para tal tivesse palavras. Fica apenas a impressão, talvez despropositada, de enxergar para além do momento. Ermos fustigados pelo silêncio, esquecidos, partidas que serão neves e frios. Para ali ficam. Como quem diz assim. Como assim ficam aqui.

publicado por carlosfreitas às 17:02

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO