01
Out 08

de um ataque de nervos. O trabalho da  jornalista Mafalda Gameiro e do repórter de imagem Jaime Guilherme aqui apresentado, deixa-nos perante um universo cada vez maior de portugueses à beira da rotura enquanto seres humanos. Pergunto-me para que nos servem governos e governantes. De que nos serve um país que trata assim a sua gente. Que raio de país este que construímos ou deixamos que exista. Uma MULHER explorada no trabalho  que executa e por quem a manda executar esse trabalho. A subsistência mensal com 400 euros de ordenado que esta MULHER gere com parcimónia e espírito de combate ganhos num trabalho mal pago e onde é vítima de exploração. E subsistência é uma palavra demasiado branda para qualificar a vida desta e de cerca de dois milhões de portugueses. Que belo país este, não é?

foto

publicado por carlosfreitas às 22:22

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO