13
Set 08

 

 

 

 

Os jornais noticiaram há dias:

"Após cavarem 100 metros, cientistas ingleses encontraram vestígios de fio de cobre com 2 000 anos e concluíram que seus antepassados já possuíam  rede de telefónica.
Na semana seguinte os franceses - para não ficarem atrás dos ingleses -  resolveram cavar 200 metros e a manchete foi a seguinte:
"Após cavarem 100 metros, cientistas franceses encontraram vestígios de fibra óptica com 3 000 anos e concluíram que os seus antepassados já possuíam uma rede telefónica de alta qualidade."
Os portugueses - que não são tolos - uma semana depois resolveram cavar 1000 metros, e os jornais de Lisboa noticiavam :
"Após cavar 1.000 metros e nada encontrar, cientistas portugueses concluíram que os seus antepassados já utilizavam telemóveis à 5 000 anos atrás"

 

Vem a propósito do banzéu sobre "criacionismo" e "evolucionismo",  provocada pelo facto de me parecer que provavelmente terei nascido do encontro fortuito entre um espermatozóide e um óvulo. Parece-me. Se não, tanto faz. Se alguém disser o contrário, pura e simplesmente, desmente-se. No fundo, as minhas conclusões, são em tudo semelhantes às dos cientistas portugueses sobre os seus antepassados. Agora que alguns que me parecem mais macacos que a dita espécie, parecem. Vá se lá saber porquê.

 

 

publicado por carlosfreitas às 23:13

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO