23
Ago 08

 

 

 

 

Rui Bebiano mais uma vez teve direito à sua praga. Infestaçao já mui conhecida, que gostava que ao Rui apenas fosse permitido escrever sobre Praga o que lhes convém. Embora o Rui apenas escreva como bem sabe e todos desejamos que ele escreva como bem lhe aprouver. Sobre esta e sobre todas as outras, que ele não faz excepções. O nojo destas pragas é que se transformam em carraças semelhantes em tudo ás carraças que em Praga calaram a Primavera. Uma praga do caraças, como dizia o meu avô, a propósito do míldio.

 

publicado por carlosfreitas às 10:00

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO