08
Jun 08

 

 

Pedro Lains destaca o mercado de subprime, como um dos problemas a lidar nos tempos mais imediatos. Problema que está a afectar alguns sectores populacionais portugueses, embora pareça querer passar despercebido a uma imensa maioria, sobretudo entre aquela que parece deter o poder ou que os encaminhou para lá. Convinha ao Estado não permitir que o mercado funcione em termos de barbárie exploradora da conjuntura e da iliteracia económica da população, embora se saiba também que muitos destes não admitam semelhante ofensa. Convém chamar a atenção para esta preocupação e denunciar as fórmulas abusivas utilizadas quanto ao crédito mal parado. Na verdade, embora ninguém encoste uma pistola para assinar um contrato, a necessidade imperiosa de metal sonante, acompanhada por forte publicidade, enganosa, permite que muitos ultrapassem a barreira da possibilidade. Só isso. As consequências começam a estar à vista, demasiado à vista, embora muitos as não queiram ver. Outros, talvez, as não vejam sequer. Embora as sintam.  

 

publicado por carlosfreitas às 14:23

eXTReMe Tracker
Carlos Freitas Almeida Nunes
pesquisar
 
pesquisar
 
arquivos
RSS
blogs SAPO